Exame de Ordem Digital: É possível? Entenda como pode funcionar: - Direito Direito - Estude Direito

Exame de Ordem Digital: É possível? Entenda como pode funcionar:

Recentemente tivemos a suspensão do Exame de Ordem XXXII, que tinha sua primeira etapa marcada para o dia 07/03/2021, por motivo de agravação da pandemia em virtude das novas variantes. Esse exame que ainda não tem data prevista para sua aplicação, foi marcado no final do ano passado, servindo de alivio para muito alunos e bachareis em direito que ficaram, até então, por quase um ano sem provas. No entanto precisou ser desmarcado.

A pandemia do Covid-19 mudou muita cosia no mundo. Ajudou acelerar vários processos que eram esperados para os próximos anos. Tivemos que nos adaptar, isso é fato. A exemplo disso, o “home office” que passou a ser regra em vários lugares onde era exceção ou ainda nem era possivel.

A ideia que já era o desejo de muitos estudantes, que passou a ser ainda mais forte e comentada após a relização do ENEM Digital de 2021, foi levantada há pouco tempo como uma possibilidade, além de ser quase um consenso entre os examinandos que o futuro do Exame de Ordem deve ser Digital, que em breve realmente deve ser seguido.

Em um webnar realizado pelo site JOTA em Abril do ano passado sobre o Exame de Ordem, o Ministro do STJ, Marco Aurélio Bellizze, que também é coordenador acadêmico do Exame, informou que estavam pensando em um projeto piloto para a aplicação do Exame no formato digital.


Entenda como pode funcionar:

Apesar de nao ter passado muitos detalhes sobre como seria esse novo formato de prova no webnar já mencionado, o Ministro informou ainda que os candidatos devem fazer a prova em um tablet, em algum lugar previamente designado pela OAB, e que um grande banco de questões pode ser elaborado.

A exigência de ser em um local designado pela OAB e o tablet provavelmente também ser fornecido pela instituição na hora da aplicação dos exames épara evitar fraudes, como os alunos fazerem a prova em grupo, ou até mesmo receberem respostas das questões repassadas em listas, ou até mesmo, para evitar que outras pessoas façam a prova no lugar do candidato.


Na prática vai mudar pouca coisa, as questões continuarão tendo o mesmo nível de dificuldade dos últimos exames, no entanto deixarão de serem aplicadas em papel para serem aplicadas digitalmente, como acontece em muitos simulados gratuitos e pagos na internet. No entanto, com o banco de questões pode ser que a prova aplique questões diferentes para candidatos diferentes.

Recommended For You

About the Author: marcosariel